Wellington Dias pede suspensão dos voos entre quatro países e Brasil

Presidente do Consórcio Nordeste quer evitar que a nova cepa do novo coronavírus chegue ao país

O governador Wellington Dias, presidente do Consórcio Nordeste, enviou ofício hoje (22)  ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, pleiteando que o mesmo acione o Governo Federal para suspender os voos com destino ou origem no Reino Unido, Dinamarca, Holanda e Austrália. A medida visa evitar que a nova cepa do coronavírus encontrada nos quatro países, muito mais contagiosa, chegue ao Brasil.

Wellington solicita ainda que os passageiros vindos de outros voos com origem nos demais países europeus fiquem em quarentena ao chegar ao Brasil e, durante o período, sejam submetidos a exames PT-PCR, que detecta o coronavírus.

Cientista alertaram ainda que a nova variante do coronavírus, que está avançando rapidamente pelo Reino Unido, tem mutações que podem significar que as crianças estão tão suscetíveis a serem infectadas com ela quanto os adultos, diferentemente de cepas anteriores.

O surgimento da nova variante mutada de Sars-CoV-2, que segundo os cientistas é até 70% mais transmissível do que cepas anteriores detectadas no Reino Unido, levou alguns países a fecharem suas fronteiras com o Reino Unido e colocou grandes áreas do território britânico sob restrições severas durante o período natalino.