Polícia Federal desarticula quadrilha que comprava armas com documentos falsos

Foram cumpridos 2 mandados de busca e apreensão e 2 mandados de prisão
Foto: Ascom PFDinheiro apreendido pela Polícia Federal
Dinheiro apreendido pela Polícia Federal

A Polícia Federal (PF) em parceria com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) do Maranhão deflagrou a Operação Integração II para investigar a compra de armas de fogo com documentos falsos por membros de uma organização criminosa, que atua no tráfico de drogas em Teresina e Timon. Além deles, a Polícia investiga a participação de despachantes de arma de fogo.

Em nota, a PF informou que um dos criminosos que havia adquirido arma de fogo foi condenado a 9 anos e 6 meses de prisão no estado do Mato Grosso e estava escondido em Teresina, desde 2013, com documentação falsa.

“Foram cumpridos 2 mandados de busca e apreensão e 2 mandados de prisão expedidos pelo juízo da 3ª vara da seção judiciária federal do Piauí e da 3ª vara da comarca de Mirassol D’Oeste no Mato Grosso. Durante a operação foi apreendida 1 pistola, mais de  1000 munições, diversos documentos e R$ 9.600 reais, em cédulas de pequeno valor” disse a PF. 

O material apreendido agora será analisado, com objetivo de comprovar os crimes investigados e identificar a participação de outros envolvidos.