MA supera marca de 2019 e tem 4º ano seguido com crescimento de novos empregos

Um conjunto de ações assegurou a garantia do emprego e renda para os maranhenses em 2020.

Em 2020, o Maranhão atingiu o quarto ano seguido na geração de novos empregos com carteira assinada, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado pelo Ministério da Economia. De janeiro a outubro de 2020 foram gerados mais de 18 mil novos postos formais.

Segundo relatório divulgado pela Secretaria de Estado do Trabalho e da Economia Solidária (Setres), o Maranhão apresentou 3,92%¨de crescimento no saldo acumulado de empregos formais, sendo o 6º melhor estado do Brasil e o 1º do Nordeste que mais gerou empregos.

“O ano de 2020 foi um ano de muita dificuldade, mas de muito aprendizado. Ficou cada vez mais nítido que fazer política pública de Estado direcionada às pessoas, garantir a vida e os direitos sociais dos trabalhadores dá resultado. Por isso, o Maranhão se destaca por ter dado garantias ao trabalhador, ao empresário a segurança política e jurídica para que hoje a gente se destaque no cenário nacional”, disse o secretário Jowberth Alves, da Secretaria de Estado do Trabalho e da Economia Solidária (Setres).

Um conjunto de ações assegurou a garantia do emprego e renda para os maranhenses em 2020. O Programa Maranhão Desenvolvido mais Justo e Solidário atendeu 237 empreendimentos, tendo mais de 2 mil pessoas beneficiadas, em 50 municípios do Maranhão. Com objetivo de impulsionar as cadeias produtivas e gerar renda aos pequenos produtores, o programa promove formações e instruções para o aprimoramento e qualificação visando um consumo sustentável.

O Programa Mais Aprendiz destinou novas oportunidades para os jovens que buscam acesso ao mercado de trabalho, tendo mais de mil jovens admitidos no mercado de trabalho, entre janeiro e setembro de 2020. O Programa Mais Qualificação para o Trabalho ofertou cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC), atendendo demandas do mercado de trabalho local e a população em situação de vulnerabilidade. Além desses projetos, o Centro de Iniciação ao Trabalho, o Projeto pró-catador, o Mutirão Rua Digna e a Resolvi, foram algumas das ações de estímulo à renda e ao trabalho em todo o estado.