Lula cresce 15% e ultrapassa Bolsonaro no 1º turno

O levantamento é o primeiro feito após a decisão do STF.
Foto: ReproduçãoFachin anula as condenações de Lula na Lava Jato
Fachin anula as condenações de Lula na Lava Jato

  Com a recuperação dos direitos políticos, após decisão do Supremo Tribunal Federal pela anulação das condenações no caso tríplex, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) aparece em mais uma pesquisa na liderança. Desta vez, no levantamento da EXAME/IDEIA, o petista dispara e aparece em primeiro com 40% das intenções de voto no segundo turno, enquanto o atual presidente, Jair Bolsonaro (sem partido), aparece com 38%. 

O ex-líder do Planalto também assumiu a dianteira na simulação do primeiro turno, com 33%, Bolsonaro tem 32%. Em ambos os cenários, no entanto, os dois aparecem empatados na margem de erro de três pontos percentuais, para mais ou para menos. 

A pesquisa ouviu 1.200 pessoas entre os dias 19 a 22 de abril. O levantamento é o primeiro feito após a decisão do STF, nos anteriores, Bolsonaro liderava. Na última pesquisa, feita no começo de março, o ex-presidente estava com 18% das intenções de voto no primeiro turno, contra 33% de Bolsonaro. Ou seja, no comparativo entre as sondagens, Lula cresceu 15% e Bolsonaro manteve-se em estabilidade, oscilando na margem de erro.