Hospital da PM passa a atender exclusivamente pacientes com Covid

Serão abertos mais dez novos leitos de UTI e 50 clínicos, para pacientes com sintomas leves.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) vai transformar o Hospital Dirceu Arcoverde, o Hospital da Polícia Militar (HPM), em Teresina, em centro exclusivo para atendimento a pacientes com a Covid-19.

A unidade de saúde vai contar com 90 leitos. No hospital já estão implantados 10 leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) e 20 clínicos voltados para o tratamento da Covid-19. Serão abertos mais dez novos leitos de UTI e 50 clínicos, para pacientes com sintomas leves.

“Estamos buscando recursos humanos, equipamentos e insumos para abrir esses novos leitos o mais breve possível e, assim, conseguir expandir nossa rede de internação para pacientes com a Covid-19”, afirma o superintendente de Gestão da Rede de Alta e Média Complexidade da Sesapi, Alderico Tavares.

De acordo com o superintendente, os pacientes que estavam internados no Hospital da Polícia Militar foram transferidos para o Hospital Getúlio Vargas (HGV). Na unidade eram atendidos pessoas  que passavam por cirurgias ortopédicas e cirurgia geral.

“Todos estes pacientes já foram operados e transferidos para o HGV, o que vai nos possibilitar transformar o HPM em unidade exclusiva para tratamento dos infectados pelo coronavírus”, lembra Alderico Tavares.

Atualmente todos os dez leitos de UTI do o Hospital da Polícia Militar Dirceu Arcoverde estão ocupados e 17 dos 20 leitos clínicos possuem pacientes acometidos pela Covid-19.