Criança é agredida em supermercado após ser acusada de furto

O caso aconteceu na terça-feira (2) em uma unidade do Pão de Açúcar em São Paulo

Uma criança negra foi agredida por um funcionário de um supermercado após ser acusada de furtar um produto. O caso aconteceu na terça-feira (2) em uma unidade do Pão de Açúcar em São Paulo e está sendo investigado pela Polícia Civil. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

De acordo com João Montanaro, cartunista da Folha, ele estava em casa quando ouviu uma gritaria e observou a cena da janela de casa. Segundo ele, o funcionário do supermercado estava no estacionamento do local segurando a menina pelo braço. Em seguida, o homem teria dado um soco na cabeça da criança.

Ainda conforme Montanaro, a agressão foi interrompida após os entregadores de aplicativo que ficam na porta do mercado tentarem separar a briga e se revoltarem contra o agressor. “Os outros seguranças do Pão de Açúcar que estavam perto levaram o cara [agressor] para dentro e nisso a criança já tinha sumido”, contou o cartunista.

Em nota à Folha, o Pão de Açúcar informou que “tão logo tomou conhecimento sobre o ocorrido na noite de ontem, acionou imediatamente a loja e as autoridades, e iniciou um processo interno de apuração”. A empresa disse que “repudia e não tolera qualquer ato de violência ou desrespeito” e que “o colaborador envolvido está afastado até que o processo de apuração seja finalizado e as providências necessárias possam ser tomadas.”

De acordo com a Polícia Civil, a queixa de furto foi registrada pela internet e encaminhada ao 14º Distrito Policial, onde o caso será investigado. A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo informou que a delegacia também apura a denúncia de agressão.