Campi da UESPI receberão salas de cinema com apoio da Secult

Os campi escolhidos para essa primeira parte do projeto abarcam as regiões Centro, Norte e Sul

Em reunião na reitoria hoje (17), a Administração Superior recebeu o Secretário de Cultura do Estado (Secult), Fábio Novo, e o vereador de Valença, Kássio Gomes, para discutir parcerias com a universidade voltados para a área cultural e andamento de projetos nos campi do interior. No encontro, foi debatido a implantação de salas de cinemas nos campi Teresina, Floriano, Parnaíba, Bom Jesus e Oeiras, através de editais da lei de incentivo a cultura.

Foto: AscomCampi da UESPI receberão salas de cinema com apoio da Secult
Campi da UESPI receberão salas de cinema com apoio da Secult

 Segundo o Secretário Fábio Novo, o momento de encontro com a Administração visou reafirmar seu compromisso com a universidade, como secretário e como parlamentar. ” Nós estamos aqui firmando um compromisso com o reitor, que é a implantação das salas de cinema. Aproveitar alguns auditórios que tem da UESPI, para que a gente possa colocar alguns equipamentos. Colocar projetores em alguns campi, em seus auditórios”, disse.  Os campi escolhidos para essa primeira parte do projeto abarcam as regiões Centro, Norte e Sul do estado.

“Aqui nós também discutimos já a possibilidade de atrair recursos para recuperação de alguns projetos que estão prontos para reforma em alguns campi, especificamente Floriano, Uruçuí, Corrente que estão prontas apenas na fase para ser licitadas”, acrescentou. O vereador de Valença, Kássio Gomes, na oportunidade citou projetos que busca para a cidade natal em parceria com a universidade. Ele destaca que trabalha para levar mais oportunidades para a população de Valença com a oferta do ensino superior.

O reitor Evandro Alberto agradeceu a assistência do Secretário e do Vereador em buscar parcerias com a universidade. ” Será de grande importância termos salas de cinema em campi da nossa universidade. Temos muitos projetos em cursos que poderão fazer uso desse material, além de poder pensar projetos junto a comunidade. A UESPI só cresce com essa parceria e ajuda com o estímulo a cultura do nosso país”, finaliza.