Câmara aprova R$ 6 bi para infraestrutura, mas retira recursos da Educação

Deputados aprovou, por 307 a 126, a liberação de créditos suplementares que não estavam previstos

Após derrubar o veto do presidente da República Jair Bolsonaro à desoneração da folha de pagamento de empresas de 17 setores da economia, a Câmara dos Deputados aprovou, por 307 a 126, a liberação de créditos suplementares que não estavam previstos na proposta orçamentária de 2020.

Entre os projetos de lei do Congresso Nacional (PLNs) aprovados pelos deputados está o número 30, que libera R$ 6,1 bilhões para obras de infraestrutura. No entanto, ao repassar verba para obras, o PLN 30 retirou recursos do Ministério da Educação, cerca de R$ 1,5 bilhão.