Aos 58 anos, Eduardo Galvão morre vítima da covid-19

O ator estava internado na UTI do Hospital Unimed Rio, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio.

O ator Eduardo Galvão, de 58 anos, morreu após dias hospitalizado por conta da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. O ator estava internado na UTI do Hospital Unimed Rio, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, e foi intubado na última terça-feira (1). Ele deu entrada no hospital com cerca de 50% dos pulmões comprometidos.

Foto: ReproduçãoAos 58 anos, Eduardo Galvão morre vítima da covid-19
Aos 58 anos, Eduardo Galvão morre vítima da covid-19

  Há dois dias, Mariana Galvão, filha do ator, disse que ele apresentou melhora e passou a tomar shakes de nutrição. Além de Mariana, filha única, Eduardo deixa uma neta, Lara, de um ano.

"Meu pai precisou ser intubado, mas, no momento, está estável, com os rins funcionando bem, a pressão arterial estabilizada e os pulmões descansando para desinflamar como tem que ser. E está descansando, o que vai fortalecê-lo com certeza", contou Mariana.

A última novela de Eduardo na Globo foi "Bom Sucesso", em 2019, na qual interpretou o Dr. Machado. Na Globo, o ator era conhecido por trabalhos como o infantil "Caça Talentos", no qual contracenava com Angélica, e tramas como "Despedida de Solteiro" (1992) e "Porto dos Milagres" (2001).

Ele teve ainda passagens pela Record, onde integrou o elenco de "Apocalipse" (2017), e pela Band, onde fez "Dance Dance Dance" (2007). No GNT e na HBO, participou das séries "Questão de Família" (2014) e "Magnífica 70" (2015).